Contenido principal del artículo

Lucas Melgaço da Silva
Universidade Federal do Ceará
Brasil
Biografía
Maria Isabel Filgueiras Lima Ciasca
Universidade Federal do Ceará
Brasil
Biografía
Núm. 17 (2020), Artículos, Páginas 395-416
DOI: https://doi.org/10.30827/dreh.v0i17.15868
Recibido: Sep 2, 2020 Aceptado: Nov 3, 2020 Publicado: Nov 20, 2020
Derechos de autor Cómo citar

Resumen

A pesquisa teve como objetivo identificar e discutir as influências entre o currículo da base profissional e o currículo da base comum, para a oferta educacional de qualidade nas escolas profissionalizantes do Estado do Ceará (Brasil), e sua relação com a aprendizagem dos alunos. Realizou-se um estudo de natureza qualitativa, com cunho descritivo, na forma de estudo comparativo, feito por meio de levantamento bibliográfico, pesquisa documental, observação in loco e entrevistas semiestruturadas, entre 10 escolas profissionais de alto e baixo rendimento, que ofertam essa modalidade de educação integrada ao ensino médio, com base em resultados de avaliações externas. O estudo confirma a importância da integralização curricular para melhoria da aprendizagem em um contexto educacional de interdisciplinaridade, a partir de comportamentos adversos entre os dois grupos de escolas pesquisados.

 

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Detalles del artículo

Citas

Apple, M. W. (1999). Ideologia e Currículo. Porto (Portugal): Porto Editorial.

Bardin, L. (2011). Análise de Conteúdo. São Paulo: edições 70.

Chagas, M. A. S., Silva, S. F. & Silva, L. M. (2015). Fracasso escolar e avaliação da aprendizagem: uma relação intrínseca? In R. H. Leite et al (Orgs.). Avaliação: veredas e experiências educacionais. VI Congresso internacional em avaliação educacional (pp. 332-347). Fortaleza (Brasil): Universidade Federal do Ceará. Disponível em: http://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/24625/3/2015_eve_maschagas.pdf

Creswell, J. W. (2007). Projeto de pesquisa: métodos qualitativos, quantitativos e erros. (2 ed.) . Porto Alegre (Brasil): Artmed.

Dourado, L. F. & Oliveira, J. F. (2009). A qualidade da educação: perspectivas e desafios. Cadernos CEDES, 29 (78), 201-215. doi: https://dx.doi.org/10.1590/S0101-32622009000200004

Freire, P. (2019). Pedagogia da autonomía: Saberes necessários à prática educativa (62 ed.). São Paulo (Brasil): Paz e Terra.

Gil, A. C. (2008). Como projetos de pesquisa elaborados. (6 ed.). São Paulo (Brasil): Atlas.

Gil, A. C. (1999). Métodos e técnicas de pesquisa social (5 ed.). São Paulo: Atlas.

Kuenzer, A. Z. (1997). Ensino médio e profissional: as políticas do Estado neoliberal. São Paulo (Brasil): Cortez.

Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (1996). Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1996/lei-9394-20-dezembro-1996-362578-norma-pl.html

Lei nº 11.741, de 16 de junho de 2008 (2008). Altera dispositivos da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para redimensionar, institucionalizar e integrar as ações da educação profissional técnica de nível médio, da educação de jovens e adultos e da educação profissional e tecnológica. Brasília, DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11741.htm

Marconi, M. A. & Lakatos, E. M. (2003). Fundamentos de metodologia científica (5 ed.). São Paulo (Brasil): Atlas.

Parecer CNE/CEB n. 11, de 04 de setembro de 2012 (2012). Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Médio. Diário Oficial da União, Brasília. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=10804-pceb011-12-pdf&category_slug=maio-2012-pdf&Itemid=30192

Ramos, M. N. (2009). Verbete Currículo Integrado. In Fundação Oswaldo Cruz. Dicionário da Educação Profissional em Saúde. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio.

Rossman, G. & Rallis, S. (1998). Learning in the field: An introduction to qualitative research. London (England): SAGE.

Rudio, F. V. (2014). Introdução ao projeto de pesquisa científica (42 ed.). Petrópolis (Brasil): Vozes.

Pesce, M. K., Voigt, J. M. R., Garcia, B. R. Z. & Munhoz, E. M. B. (2017). A integração curricular de cursos de licenciatura: a percepção dos acadêmicos. Educação Unisinos, 21 (1), 70-80. doi: 10.4013/edu.2017.211.08.

Silva, L. & Ciasca, M. (2020). Estrutura física da escola como determinante da qualidade da educação em escolas profissionais do Ceará: entre realidade e mito. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 9 (7), e642974634. doi: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4634

Silva, T. T. (2009). Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo – 3. ed. – Belo Horizonte (Brasil): Autêntica.

Trujillo, A. F. (1974). Metodologia da ciência (3 ed.). Rio de Janeiro (Brasil): Kennedy.

Vitorino, G. T., Leitinho, M. C. & Benfatti, X. D. (2016). Identidade, evasão e desempenho: desafíos da integração do ensino médio e da educação profissional no Ceará. In L. M. Silva, M. I. F. L. Ciasca, & R. L. S. Oliveira (Orgs.). Estudos em educação: formação, gestão e prática docente (pp. 185-200). Fortaleza (Brasil): Eduece: Imprece.