As Expressões Artísticas na terceira idade: da construção de uma visão positiva das suas capacidades, face às suas limitações, ao desafio de si próprio TITLE: Artistic Expressions in the third age: from the construction of a positive vision of their...

Antonio Guillerme da Cruz Leal

Resumen


A procura pelas expressões artísticas entre os adultos maiores (terceira idade), está para além da necessidade de construírem uma visão mais positiva das suas capacidades, diante das suas limitações físicas ou cognitivas. Tão pouco estará limitada a uma necessidade de auto-realização marcado por um despertar do potencial criativo inibido, oprimido e adormecido.

Constitui-se sobretudo como um meio para se desafiarem a si próprios, e de dizer simultaneamente à sociedade em geral, e à comunidade onde se inserem em particular, que não são inválidos, nem inúteis, pois propõem-se a fazer coisas que por norma associamos a pessoas dotadas de privilégios artísticos e estéticos especiais. A superação destes desafios, e os impactos sociais que pretendem à partida provocar, podem ter repercussões muito positivas, e com maior significado, no resgate das suas identidades e funções sociais, e consequentemente na melhoria da auto-estima individual.

ABSTRACT

The search for artistic expressions between senior people is beyond the necessity to build a more positive view of their skills, in the face of their physical or cognitive limitations. Neither should it be limited to a necessity for self-fulfillment pronounced by the latent creative potential, numb and oppressed.

It constitutes mainly as a means for them to challenge themselves and simultaneously say to society and the community they belong to that they're not disabled or useless, they offer to do things that are usually associated with highly gifted people, or those privileged with special artistic and aesthetic skills. The conquering of these challenges and the social impact that they strive to produce may have very positive reverberations, more meaningful to the rescue of their identities and social roles, resulting in a boost to their self-esteem.

 


Palabras clave


seniores, expressões artísticas, auto-realização, desafio, superação, identidade, função social, auto-estima; Keywords: seniors, artistic expressions, self-fulfillment, challenge, achievement, identity, social role, self-esteem

Citas


Aníbal, A. (2013). Da educação permanente à aprendizagem ao longo da vida e à Validação das aprendizagens informais e não formais: recomendações e práticas. CIES e-Working Paper, nº 147/2013. Lisboa: CIES-IUL.

Bourdieu, P. (1980). Questions de Sociologie. Paris: Ed. du Minuit.

Haddad, E. (1986). A Ideologia da Velhice. São Paulo: Editora Cortez.

Henry, W. E., Cumming, E. (1959). Personality Development in Adulthood and Old Age. Journal of Projective Techniques & Personality Assessment, 23, 383-390.

INE (2014). Relatório do Rendimento e Condições de Vida. Lisboa: INE.

Leal, A. G. (2015). Gerontologia Educativa e a Animação Socioeducativa na Terceira Idade – Estudo de caso a IHSénior. Coimbra: ESEC (Trabalho para a obtenção do Título de Especialista em Trabalho Social e Orientação no ensino Superior Politécnico).

Neri, A. L. (Org.). (1993). Qualidade de Vida e Idade Madura. São Paulo: Papirus.

Neri, A. L. (1993). Qualidade de Vida no adulto Maduro; interpretações teóricas e evidências de pesquisas. In, NERI, Anita L. (Org.). Qualidade de Vida e Idade Madura. São Paulo: Papirus.

Peixoto, C. (1985). A Sociabilidade dos Idosos Cariocas e parisienses. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 27, 138-149.

Santos, G. A., Vaz, C. E. (2008). ‘Grupos da terceira idade, interação e participação social’, in ZANELLA, A. V., et al. (Org.). Psicologia e práticas sociais [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, pp. 333-346.

Villaverde Cabral, M., Baptista, M., Silva, P. (2016). Envelhecimento em Lisboa, Portugal e Europa- uma perspetiva comparada. Lisboa: ICS.

Weyne, V. (1983). ‘O que você Vai Ser quando Envelhecer?’. Revista Psicologia Atual, 35, 34-35.


Texto completo: PDF (Português (Portugal))

Refbacks



Creative Commons License
Este trabajo está licenciado bajo la licencia Creative Commons Attribution 3.0 .